Acervo inestimável precisa de restauro e digitalização

Acervo inestimável precisa de restauro e digitalização

Acervo inestimável precisa de restauro e digitalização

A Seção de Bibliografia e Documentação da Biblioteca Infanto- Juvenil Municipal Monteiro Lobato, situada na Vila Buarque, em São Paulo, abriga um acervo de valor imensurável da literatura infantil e juvenil brasileira. E é, sem dúvidas, uma das principais referências para estudiosos da área.

Entre os seus 85 mil volumes que compõem os acervos de preservação (em média), existe um dos mais preciosos acervos de Monteiro Lobato, com cerca de 10 mil itens. 

Nele, é possível encontrar a primeira edição de livros, cadernos com anotações à mão pelo próprio escritor, fotografias, mobiliário, objetos pessoais e correspondências que mostram momentos da vida e obra de Lobato. 

E além de todo esse material, também se encontram alguns itens feitos por Dona Purezinha, esposa de Lobato. Um exemplo, são os recortes de todos os artigos de jornais e fotos que foram publicados durante a vida de Lobato.  Esses álbuns estão em mau estado de conservação e necessitam urgentemente de restauro e digitalização feitos por especialistas para não causar ainda mais danos. A maioria dos itens foram doados pela família mediante o compromisso  da Instituição de preservar as doações.

Nesta seção, ainda é possível encontrar o Acervo Histórico de Livros Escolares (AHLE), com aproximadamente 5 mil itens. Nele, encontram-se cartilhas, manuais escolares de todas as matérias de ensino, antologias literárias e livros de referência de uso escolar - entre outros - do século XIX até a década de 1980, abrangendo cursos primários, secundários, de formação de professor e ensino técnico.

O acervo de Bibliografia e Documentação possui mais de 40 mil livros de literatura infantil e juvenil e compõem os acervos de preservação. Um tesouro inclusive para as editoras, visto que durante a publicação da Bibliografia Brasileira de Literatura Infantil e Juvenil, o acervo assemelhava-se a um depósito legal, com exemplares únicos de alguns títulos.

Ainda possui um acervo documental composto por mais de 20 mil volumes e, entre eles, o acervo pessoal de Lenyra Fraccaroli, primeira diretora da Biblioteca Monteiro Lobato, doado pela família da diretora sob a condição de preservação.

Todo este material importante para a história da literatura e da educação nacional está em risco devido a anos de falta de verba e descaso por parte de quem deveria ter o objetivo de preservar toda essa riqueza cultural.

Esperamos que a nova administração tome os passos necessários para restaurar, acondicionar e digitalizar este importante material desta Biblioteca referência. 

Para seguir o passo a passo dessa luta, siga nossas redes sociais @cleomonteirolobato no o Facebook e Instagram e acompanhe nosso blog pelo site www.monteirolobato.com. A cultura agradece!